Foto: Divulgação
news-details
Saúde

Hemonúcleo do Husf está em estado crítico

Uma única doação pode salvar várias vidas; confira os requisitos para contribuir

O Hemonúcleo Regional de Bragança Paulista fornece sangue e seus componentes a 11 hospitais públicos e privados da região e também é o responsável pelas terapias transfusionais em pacientes internados ou em tratamento no Husf. Nesse sentido, sempre necessita de doações e, para isso, conta com a solidariedade, a empatia e o amor ao próximo da comunidade. 

Além da coleta de bolsas de sangue, o Hemonúcleo também é responsável pelas terapias transfusionais em pacientes em tratamento ou internados no Husf. O que muitas pessoas não sabem é que o local realiza, ainda, o cadastro de medula óssea, cujos dados são encaminhados para o Hemocentro de Campinas, na Unicamp.

O núcleo recebe cerca de 640 doadores mensais e cada atendimento tem tempo médio de 15 a 20 minutos. Uma doação pode parecer pouco, mas é de grande valia a quem precisa, visto que uma doação pode salvar a vida de até três pessoas, pois possui hemácias, plaquetas e plasma. Cada um desses componentes pode ser utilizado na recuperação de acidentados, pessoas com câncer, em cirurgias e em crianças prematuras.

No final do ano, o hospital sofre com a queda no número de doações, principalmente devido aos feriados de novembro e às festas e férias de fim de ano.

COMO SER UM DOADOR

Para ser um doador, é necessário ter entre 16 e 69 anos, sendo que menores de idade precisam de autorização e a primeira doação deve ser feita até os 60 anos. Outros requisitos são: pesar mais de 50 quilos; estar descansado; não estar em jejum, mas ter feito uma alimentação leve; não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 24 horas; não estar grávida, amamentando ou ter feito parto ou aborto há menos de três meses; não estar com febre, gripe ou resfriado; não ter recebido transfusão de sangue nos últimos 12 meses; não ter antecedentes de hepatite, doença de chagas ou sífilis; não ter comportamento de risco para AIDS, nem ser usuário de drogas; aguardar um ano para a doação após tatuagem ou piercing.

A doação consiste nas seguintes etapas: cadastro do doador, triagem física (verificação de pressão arterial, batimentos cardíacos, temperatura, peso, teste de anemia), triagem clínica (questionário sobre a saúde), coleta e lanche ou refresco após a doação para hidratação.

Vale ressaltar que homens podem doar sangue a cada 60 dias e, no máximo, quatro doações no período de um ano; e mulheres, a cada 90 dias e, no máximo, três doações no período de um ano.

PROCEDIMENTO É PRÁTICO E SEGURO

É fundamental que a população se conscientize sobre a importância de doar sangue. A coleta é feita de forma simples, rápida, segura e não oferece riscos ao doador, já que todo material utilizado para coletar o sangue é descartável. Além disso, a doação não engorda, porque nada é ingerido pelo doador ou infundido em sua veia; não afina nem engrossa o sangue; não vicia e não causa prejuízo à saúde. Em dois ou três dias o organismo, já repõe boa parte do sangue retirado, não trazendo nenhum tipo de malefício ao doador e ao receptor.

PARCERIAS

Durante o ano, são feitas algumas ações e campanhas para incentivar cada vez mais pessoas a doarem. Caso algum grupo ou empresa deseja iniciar uma campanha, basta entrar em contato com a equipe do Hemonúcleo.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (11) 2490-1240 ou pela página do Facebook do Hospital: www.facebook.com/husfdebragancapaulista.

Você pode compartilhar essa notícia!

0 Comentários

Deixe um comentário


CAPTCHA Image
Reload Image