Fonte: Google Maps
news-details
Geral

Anexo do Eemaba abrigará atividades do Fundo Social de Solidariedade

Cessão de uso foi dada pela Secretaria Estadual de Educação após solicitação do deputado Edmir Chedid

No início da semana, a Administração Municipal recebeu, do governo do estado, a notícia da autorização da cessão de uso do espaço anexo à Escola Estadual Ministro Alcindo Bueno de Assis (Eemaba). No local, funcionarão o administrativo e as atividades do Fundo Social de Solidariedade do município (FSSM).

O prefeito Jesus Chedid oficiou a Secretaria de Educação do estado, solicitando a cessão em pleito que foi intercedido pelo deputado estadual Edmir Chedid junto ao então secretário de Educação, José Renato Nalini, por meio do Ofício nº 0748/2018, e depois ao secretário João Cury Neto.

A ocupação do local pelo Fundo Social tem como objetivo a instalação do escritório administrativo, incremento de cursos profissionalizantes e de capacitação, oficinas, treinamentos e instalação dos equipamentos necessários ao funcionamento. A parceria possibilitará melhorias significativas para a população de baixa renda, principal faixa atendida nas ações do órgão, informou a Prefeitura.

Francine Pereira, presidente do FSSM, agradeceu pela dedicação do parlamentar em trabalhar para atender ao pedido do município, ao secretário estadual e ao diretor de Ensino, Adílson Condesso. “O espaço com certeza atenderá milhares de pessoas. O projeto de reforma já está pronto, vamos nos reunir com o prefeito Jesus e o vice Amauri para tomarmos as providências necessárias para efetivação do Fundo Social no local”, disse.

Em 27 de dezembro de 2018, o secretário de Educação do estado, João Cury Neto, formalizou a autorização da cessão do espaço ressaltando a objetiva finalidade pública do pedido e os benefícios à coletividade, dando um fim social a um imóvel que se encontra desocupado.

Segundo o diretor regional de Ensino, Adílson Condesso, foi encaminhada cópia do processo para ciência da Prefeitura sobre a liberação do local. A diretoria considerou viável a cessão do espaço, ressaltando que, no prédio, já funcionou a sede do Senai, que foi desativada há muitos anos e desde então o lugar se encontrava ocioso, com problemas de manutenção.

O bloco original foi construído pelo Fundo Estadual de Construções Escolares (FECE) em 1972. Na década de 80, foi construído o bloco anexo pelo programa “Ginásios Orientados para o Trabalho (GOT)”, em que se pretendia dar conhecimentos básicos aos alunos do EF ciclo II, de diversas atividades voltadas para o mercado de trabalho (marcenaria, serralheria, torneiro mecânico, costura, culinária etc.). O bloco anexo tem 653,11m2 e dois pavimentos.

Você pode compartilhar essa notícia!

0 Comentários

Deixe um comentário


CAPTCHA Image
Reload Image